MCTI determina que recursos para informática e automação vão para N, NE e CO


MCTI determina que recursos para informática e automação vão para N, NE e CO

O Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação baixou uma portaria (957/15) que determina que no mínimo 44,45% dos recursos para projetos prioritários em informática e automação sejam destinados a centros ou institutos de pesquisa com sede no Nordeste, Centro-Oeste e Amazônia (com exceção da Zona Franca de Manaus).

É uma resposta do ministério ao Acórdão no 837/2015, do Tribunal de Contas da União, que exigiu cumprimento à Lei de Informática e o direcionamento prioritário dos recursos às regiões de influência da Sudam, Sudene e ao Centro-Oeste. Assim, na distribuição dos recursos a Sepin deve observar:

“No mínimo 44,45% para aplicação em centros ou institutos de pesquisa ou entidades brasileiras de ensino, oficiais ou reconhecidas, com sede ou estabelecimento principal situado nas regiões de influência da Sudam, da Sudene e da região Centro-Oeste, excetuada a Zona Franca de Manaus, sendo no mínimo 30% dos recursos destinados a entidades públicas.”

“No máximo 55,55% para aplicação em centros ou institutos de pesquisa ou entidades brasileiras de ensino, oficiais ou reconhecidas, de qualquer região do País.” E diz ainda a Portaria que a regra “aplica-se à aprovação de novos projetos, observadas as regras aplicáveis aos projetos já aprovados”. Decisão chega junto com a já tomada pelo novo ministro do MCTI, Celso Pansera, de extinguir a SEPIN – secretária nacional de política de Informática.

Anuncios

Responder

Por favor, inicia sesión con uno de estos métodos para publicar tu comentario:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s